Deadpool 2

0

O anti-herói mais querido do cinema volta às telonas com a sequência de sua história em Deadpool 2. O filme estreou no último dia 17 de Maio no Brasil, e na alta temporada hollywoodiana, batendo de frente com grandes produções que foram e ainda serão lançadas este mês.

A história se passa com Wade Wilson/Deadpool (Ryan Reynolds) tendo que lidar com uma tragédia pessoal que o faz perder o sentindo da vida, ao mesmo tempo que ele recebe um chamado quase divino, com a missão de defender um jovem mutante extremamente instável que fugiu dos abusos de um grupo de enfermeiros, enquanto precisa lutar com um Super Soldado que veio do futuro, o famoso Cable (Josh Brolin). Para isso, ele precisará recrutar um grupo de pessoas com poderes excêntricos, formando assim a X-Force.

Os personagens do filme anterior como Colossus (Stefan Kapičić), Negasonic (Brianna Hildebrand) voltam com tudo e somos apresentados a personagens novos como a incrível Heroína Dominó (Zazie Beetz), com o seu poder pra lá de diferente. E claro, não podemos deixar de falar do vilão Cable, ele participa de cenas incríveis de ações e mostra todo o poder que o futuro tem a oferecer.

Se você é fã de X-Men vai adorar ver em tela algumas participações especiais e de um certo vilão que foi muito bem representado, mas isso é surpresa.

O humor escrachado e desbocado, juntamente com milhares de referências a cultura pop fazem um mix de tudo o que esse filme oferece ao público. Além do uso da metalinguagem que não é nenhuma surpresa, o personagem faz referências diretas ao roteiro do próprio filme, e até mesmo evidencia as falhas e os pontos fracos da história, de modo que nós passamos a ignorar tais problemas e vemos como uma boa piada. E esteticamente tem aquelas que são, provavelmente, as melhores cenas de ação de um filme de super-herói, e com uma violência gratuita alá Tarantino que o primeiro filme nos apresentou, com muito sangue.

Esquecendo a trama, Deadpool foi feito pra reforçar o que deu certo no primeiro filme, as piadas. Essas funcionam no tom certo, e é admirável como a trilha sonora é usada como objeto de comédia, arrancando gargalhas do público apenas colocando determinada música em um momento certo.

Deadpool 2 dá exatamente aquilo que os fãs do primeiro filme, e do personagem em si, poderiam querer e nada menos que isso. Não perca a chance de acompanhar a segunda parte da história do queridíssimo Wade Wilson. Deadpool 2 está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil.

Fotos: Reprodução Internet.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Informe seu nome aqui